23 abril, 2018

E o regresso...

...é tão bom e tão confuso!
Elas passam estes dias com o pai, e depois quando eu regresso é o voltar à nossa casa, aos lugares delas, aos brinquedos, e às rotinas comigo.

Ficam felizes mas em modo dependência-total.

As duas querem a mãe, a toda a hora e para tudo. É bom! Mas altamente cansativo.

A C. das últimas viagens demorou mais de 2 semanas a recuperar... vamos lá ver como corre desta vez. Ela já é sempre muito mãe... mas pronto! Veremos...

Para mim é o matar das saudades, vê-las de repente a parecer duas meninas crescidas, cada vez menos bebés. Parecem que dão pulos cada vez que saio de casa.

Não é o ideal... estar fora tantos dias, mas é a minha vida. E vamos ter que a viver assim as 3. A aceitar e a perceber as necessidades de cada uma.
E eu sei que elas ficam bem quando não estou... simplesmente é tão difícil partir...

1 comentário:

  1. Deve ser difícil... Imagino. Cá em casa mudamos alguma coisa e andamos dias para recuperar, por isso imagino que o pós-viagem não seja fácil! Estive sem cá vir uns tempos e já cá tinhas uma série de coisas! Nunca mais as vi, temos que combinar. Devem estar enormes!!! Beijinhos

    ResponderEliminar